As 10 dicas de ouro do churrasco



Churrasco – 10 dicas de ouro


1. A carne deve ser selada, ou seja, tostada rapidamente em toda a superfície para que os sucos permaneçam nela.
2. Comece a grelhar a carne na parte mais quente da churrasqueira, tostando de todos os lados. Depois, na parte do braseiro menos intenso, asse-a até chegar ao ponto desejado.
3. A gordura, principalmente no caso da picanha, fica para baixo, no primeiro momento. Em seguida, a carne deve ficar para baixo para assar. Só no fim é que a gordura deve ser virada para baixo para derreter.
4. Para descobrir o ponto da carne sem cortar, pressione-a com as costas de um garfo. Regra geral: quanto mais macia, menos passada; quanto mais firme, mais passada.
5. Nas carnes em postas, não saia do lado da churrasqueira em hipótese alguma. Se descuidar, passa do ponto.
6. A brasa é linda, mas traiçoeira: pode apagar ou, se pingar gordura derretida, virar labareda e queimar a carne.
7. Para apagar o fogo de vez, use as cinzas do churrasco anterior.
8. Para reavivar a chama, basta mexer um pouco com um pedaço de pau, que a cinza cai e a brasa fica mais forte.
9. Carnes marinadas devem ser regadas com o molho do tempero durante o preparo. As que forem temperadas com sal grosso devem ter o excesso removido antes de serem colocadas na grelha.
10. Não salgue carnes com antecedência. O sal facilita a exsudação, tornando a carne mais seca.